Topo

Notícias

Notícias

21.08.2014

Você sabe do que somos feitos?

Boa Tarde,
  

Em conversa com clientes sempre enfatizo a questão de nosso Flamingo ser todo em material composto e percebo que isso ainda é muitas vezes um assunto tabu com alguns, por isso preparei um pequeno texto pra que você entenda mais sobre o tema.
  
Vamos começar pela definição do que vem a ser materiais compostos?
 
Materiais compostos na definição mais técnica são aqueles que possuem pelo menos dois componentes ou duas fases, com propriedades físicas e químicas nitidamente distintas em sua composição. Separadamente, os constituintes mantém suas características porém, quando Unidos, formam um composto com propriedades impossíveis de se obter com apenas um deles.
  
Onde usamos, como usamos e porque?
  
Hoje utilizamos basicamente Fibra de Vidro e Carbono  empregados da seguinte maneira:

A fibra de vidro é utilizada na fuselagem,  no trem de pouso, superfícies de comando entre outras por ser mais flexível, além da alta capacidade de absorção de impacto e baixa formação de materiais cortantes quando sofrem impacto. Além de possuir custo significativamente menor que a fibra de carbono.

  

A fibra de carbono é mais utilizada onde se exija mais resistência e maior rigidez (pouca flexibilidade) como nas longarinas da asa por exemplo. Com o alumínio e fribra de vidro, por terem menor rigidez a asa ficaria mais flexivel. Para ilustrar melhor quando você estiver voando num avião de passageiros como Boeing, Airbus, etc, observe que durante a corrida para a  decolagem a ponta de asa oscila fazendo um arco desde o inicio da corrida até a aeronave alçar voo.  

  
Características dos materiais compostos:
  
- Leveza: Como exemplo de aplicação temos o Boeing 787 Dreamliner que é feito em materiais compostos (Carbono) e chega a ser 30% mais leve que aviões do mesmo porte feitos em alumínio, com isto  a aeronave passa imediatamente a ter mais 30% de carga útil, maior autonomia e menor consumo de combustível.
- Não apodrecimento/corrosão: Filamento de vidro não deteriora e não apodrece também não é afetado pela ação de insetos e roedores, nem agentes do tempo como exposição ao sol ou chuva.
- Resistência a impactos: os materiais compostos por cascas de fibra de vidro com recheio de espumas plásticas como Poliuretano, PVC, Poliestireno Estrudado possuem alto momento de inércia que produz uma maior resistência em manter a forma da peça durante um impacto. O projeto da orientação dos feixes de filamentos de fibra de vidro otimizando vigas estruturais geram habitáculos com maior resistência propiciando melhor segurança aos ocupantes.
- Permeabilidade de Dielétricos: Numa aeronave em fibra de vidro você pode colocar todas as antenas de equipamentos eletrônicos internas à fuselagem, a fibra de vidro é transparente aos sinais de rádio tornando sua aeronave mais aerodinâmica.
  

Para Receber mais informações da Aeropepe curta nossa página no Facebook!!

Abraço e bons Vôos!!! 

https://www.facebook.com/aeropepe

Rua Tome Gibson, s/n – Aeroclube de Pernambuco - Pina - Recife – PE - 51011-480

Receba nossas novidades por e-mail.